sexta-feira, 20 de abril de 2012

Post 36 - Futebol - Contratações da 1ª passagem de Gallo

Para norteá-los um pouco sobre o perfil de Alexandre Gallo, que voltou ao Náutico, fiz um levantamento das contratações que foram realizadas em suas primeiras passagens. Abaixo, a lista que antecede a análise:

Ex: Jogador - Posição - Clube anterior 

Gideão* - Goleiro - Vera Cruz/PE 
Rodrigo Carvalho* - Goleiro - Vitória/PE
Bruno Fuso - Goleiro - Atlético/MG 

Daniel - Lateral-Direito - Internacional 
César Prates - Lateral-Direito - Joinville 
Wilton Goiano - Lateral-Direito - Oeste de Itápolis 

Igor - Zagueiro - Internacional 
Walter - Zagueiro - Botafogo/SP 
Saulo* - Zagueiro - Araripina 
Wescley - Zagueiro - Atlético/GO
Henrique Santos** - Zagueiro - Itumbiara

Rafael Foster - Lateral-Esquerdo - Internacional 
Anderson Paim - Lateral-Esquerdo - Mirassol
Jeff Silva - Lateral-Esquerdo - Fortaleza

Elton - Volante - Bahia
Rodrigo Pontes - Volante - Botafogo/SP

Thiago Marín - Meia - Uberaba/MG 
João Henrique - Meia - Botafogo/SP 
Thiago Lima* - Meia - Sete de Setembro/PE
Giovanni Augusto - Meia - Atlético Mineiro 
Francismar - Meia - Ipatinga 
Erick Flores - Meia - Ceará 

Erivelto - Atacante - Canedense/GO
Evando - Atacante - Mirassol/SP 
Cristiano - Atacante - Atlético Mineiro 
Bruno Veiga - Atacante - Fluminense 
Anderson Lessa - Atacante - Cruzeiro 
Max - Atacante - Paulista de Jundiaí 

Jogadores com * - Foram contratados para jogar a Copa do Nordeste por um time misto, chamado de "Expresso Alvirrubro" ou "Expressinho". 

Jogador com ** - Neste caso só o zagueiro Henrique Santos, que foi uma indicação de Gallo mas pelas dificuldades financeiras que o Náutico apresentava naquele momento, chegou já com Roberto Fernandes no comando.


Vamos lá: Os jogadores que GALLO indicou foram: Rodrigo Carvalho, goleiro, com quem tinha trabalhado no Santo André em 2009; César Prates, lateral-direito com quem tinha trabalhado no Figueirense e no Atlético Mineiro (se tornou um dos prediletos de Gallo); Wilton Goiano, também lateral-direito; Walter, Wescley e Henrique Santos zagueiros; Anderson Paim, lateral-esquerdo; Elton, volante, com quem tinha trabalhado no Santos, no Figueirense, no Atlético Mineiro e no Bahia (aonde ia o indicava, inclusive no Sport em 2007); Erick Flores e Francismar, meias; Evando, atacante; 

Estas foram as indicações de GALLO para a DIRETORIA. Os jogadores Daniel, Igor e Rafael Foster foram oferecidos pela diretoria em uma parceria já antiga com o Internacional, e Bruno, Giovanni e Cristiano foram jogadores oferecidos ao Náutico: Vanderlei Luxemburgo, que tem bom relacionamento com Gallo, era à época técnico do clube mineiro, e deu-lhe boas recomendações sobre os atletas, quee assim vieram.

Podemos analisar o seguinte, primeiramente: Gallo tem seus jogadores preferidos. Luciano Henrique, por exemplo, trabalhou com Gallo no Santos, e depois disto, Gallo o indicou para o Sport, para o Internacional, para o Bahia e para o Náutico, tendo êxito nos dois primeiros. Gustavo Nery foi indicado para o Bahia e para o Náutico depois de trabalhar com Gallo no Santo André. César Prates e Elton eram indicados em TODOS os clubes que Gallo passava. E Wescley, depois de ter trabalhado com Gallo no Náutico foi para o Barueri. É provável então que traga seus "peixes", só que obviamente não serão os mesmos.

Segundo: Gallo gosta de medalhões, jogadores de renome e com história no futebol. Seus elencos são sempre mesclados entre medalhões e jovens. 

Terceiro: Gallo costuma jogar com time ofensivo. Em 2010, a tática utilizada no Náutico era um 4-3-3, com a seguinte escalação: 

Gledson 
César Prates
Walter
Vinicius (posteriormente Wescley)
Zé Carlos 
Ramirez 
Hamilton (posteriormente Rodrigo Pontes)
Carlinhos Bala (jogando de meia)
Geílson (jogando pelo lado do campo e voltando para marcar)
Evando (jogando centralizado)
Bruno Meneghel (jogando pelo outro lado do campo)

É provável que, mediante a vantagem que o Sport tem para as semi-finais, ele escale um time  voltado buscando o gol a todo momento, mas obviamente marcando. Acredito que dará ênfase ao ataque, e não descarto jogadas ensaiadas: hoje, sexta-feira, 20/04/2012, haverá um treino fechado pela tarde. Como tem pouco tempo para trabalhar, é provável que seja um treino tático. 

Vamos torcer pelo sucesso de Gallo, que será o do Náutico. A chance que o clube tem está nas mãos dele. 

Alexandre Gallo - Náutico (Foto: Aldo Carneiro) Gallo já deu início aos trabalhos: Na foto, colhe informações com o auxiliar técnico Levi Gomes.




Um comentário:

  1. Aquele time as vezes jogava com Giovanni Augusto também que era bom

    ResponderExcluir